Encomendas processadas no nosso armazém em menos de 24 horas.
Enviamos amostras ou ofertas com todas as encomendas.
Após saírem do nosso armazém serão entregues no prazo normal de 1 a 2 dias úteis em Portugal continental.

MENU
Toggle Nav

Cefaleias

Cefaleia é a palavra médica para designar desconforto ou dor de cabeça. No entanto, uma cefaleia raramente aparece como sintoma isolado. A enxaqueca, comumente confundida com uma cefaleia, é uma das cefaleias mais frequentes, significativas e bem caraterizadas. Mas, há muitas outras. A Classificação Internacional de Cefaleias inclui 14 grandes tipos. Estes tipos principais dividem-se e subdividem-se em mais de 200 formas diferentes.

Para simplificar podem dividir-se as Cefaleias em:

  • Primárias (ou idiopáticas)
  • Secundárias (ou sintomáticas).

As cefaleias primárias (cerca de 90%) são uma doença em si. As secundárias podem ser sintomas de outros problemas, nomeadamente gripe, intoxicação, abstinência alcoólica, traumatismos cranianos, hipoglicémia, pico de hipertensão arterial ou até mesmo hemorragias, aneurismas e tumores (embora em pequena escala). A chave do diagnóstico está na história clínica: anamnese (entrevista) e exame físico, incluindo exame neurológico. No entanto, por vezes, é necessário recorrer a exames complementares.

Cefaleia de tensão

A cefaleia de tensão é a mais frequente e caracteriza-se por uma dor ligeira a moderada como se fosse um capacete a fazer pressão. Pode acompanhar-se de náuseas e fonofobia (intolerância ao ruído). Por vezes, verifica-se uma contração excessiva dos músculos do pescoço e ombros. Pode durar horas ou dias e em alguns casos é praticamente contínua.

Distingue-se da enxaqueca porque, na maioria dos casos a cefaleia de tensão:

  • É bilateral (aparece dos dois lados da cabeça);
  • A intensidade é mais leve;
  • Não é latejante;
  • Não se exacerba com o esforço físico;
  • Não se acompanha de vómitos;
  • O ruído é menos tolerado do que a luz.

Enxaqueca

A dor da enxaqueca deve-se a uma combinação de processos a nível cerebral: excitação/ depressão de
células, dilatação de artérias e libertação de substâncias químicas. As pessoas com enxaqueca serão mais sensíveis a certos estímulos (ambientais ou do seu próprio organismo) que podem desencadear esses complicados processos cerebrais. Geralmente esta ocorre entre os 15 e os 40 anos, mas pode aparecer na infância ou logo após a menarca (primeira menstruação). Pode ser desencadeada por vários fatores, tais como estímulos visuais (luz/movimento), cheiros intensos, tensão emocional/stress, esforço físico, álcool, jejum prolongado, entre outros. Caracteriza-se por:

  • Ser unilateral (afecta apenas um lado da cabeça);
  • Ser pulsátil;
  • Ser intensa;
  • Ser frequentemente incapacitante (perturbando a rotina diária da pessoa);
  • Piorar com o esforço;
  • Poder estar associada a náuseas, vómitos, intolerância à luz (fotofobia), ao som (sonofobia) e a cheiros (osmofobia).

Tratamento

O tratamento das cefaleias de tensão deve ter em conta medidas não farmacológicas (ex: repor sono em falta, descansar, realizar exercício físico e evitar situações de stress), podendo estas ser complementadas com medicação antidepressiva, calmantes e relaxantes musculares. O tratamento das enxaquecas, nas situações agudas, necessita de medicação que resulte no alívio rápido da dor. Em alguns casos, pode haver indicação para tomar medicamentos a longo prazo, para prevenir a ocorrência de novos episódios.

Nutrientes e Plantas que podem ajudar

Valeriana; Matricária; Rodiola.

Esta ficha é apenas informativa, não dispensando o conselho do seu médico ou técnico de saúde.
Para qualquer esclarecimento adicional contacte tel.: 21 854 31 21 ou e-mail: [email protected]