Encomendas processadas no nosso armazém em menos de 24 horas.
Enviamos amostras ou ofertas com todas as encomendas.
Após saírem do nosso armazém serão entregues no prazo normal de 1 a 2 dias úteis em Portugal continental.

MENU
Toggle Nav

Hemorróidas - Tratamento, Causas e Fatores de Risco

Estima-se que cerca de 50% da população portuguesa sofra de hemorróidas em determinada altura da sua vida.
As hemorróidas são veias dilatadas que se situam no ânus e no reto e podem ser internas se ocorrem no interior do reto, ou externas, se surgem em redor do ânus.
Não se deve confundir com fissuras anais que são gretas nas pregas do ânus. Em raros casos, o cancro do reto ou do ânus pode manifestar-se com sinais ou sintomas semelhantes, pelo que é preciso um diagnóstico correto do seu médico.

Alguns Produtos que Poderão Ajudar:

- Suplemento Alimentar Unhas de Gato

- Suplemento Alimentar Bioflavonoides Cítricos

Causas

São várias as causas, mas a mais importante deriva do esforço intenso realizado ao defecar, situação agravada substancialmente quando há obstipação.

Fatores de risco

  • Hereditariedade (parece existir uma certa predisposição familiar);
  • Alimentação;
  • Obstipação;
  • Diarreia;
  • Gravidez e parto;
  • Certos tipos de trabalho;
  • Medicamentos.

Medidas a adotar

  • Modificar os hábitos alimentares: evitar o álcool (quanto mais graduadas as bebidas alcoólicas, mais se podem dilatar as hemorróidas), os picantes (pimenta), os mariscos, as substâncias excessivamente ácidas (a acidez provoca irritação em toda a zona anorrectal), as azeitonas, o chocolate, os frutos secos, o café, etc.
  • Combater a obstipação: a retenção de fezes durante vários dias provoca o endurecimento destas, dificultando a respetiva expulsão. Com o esforço, as hemorróidas dilatam-se e a passagem de excrementos duros irrita-as e pode feri-las.
  • Combater a diarreia: embora não origine hemorróidas, dá origem a que as fezes sejam mais ácidas ou mais alcalinas e, assim, muito mais irritantes.
  • Evitar os trabalhos que obriguem a estar muitas horas de pé ou muitas horas sentado.
  • Evitar o uso excessivo de laxantes e purgantes.
  • Higienizar a zona anorrectal com um pano de celulose humedecido depois da defecação, após o que é recomendável lavagem com um sabão de pH neutro e água tépida. Enxaguar bem, antes de aplicar algum produto.

Nutrientes e Plantas que podem ajudar

Fibras (psílio e linhaça).
Os flavonoides e alguns extratos de plantas, como a rutina (presente em citrinos) e as proantocianidinas oligoméricas (presentes na grainha de uva ou na casca de pinheiro), parecem apresentar muito bons resultados por ajudarem a fortalecer e tonificar as veias.
Unha-de-gato, o cipreste, a videira, o alho, as malvas, a camomila, a gilbardeira (ruscus aculeatus), o castanheiro-da-índia (aesculus hippocastanum) e o mirtilo (vaccinium myrtillus).
Cremes à base de hipericão e de hamamélia também podem ser benéficos.
Bifidobactérias e lactobacilos.

Esta ficha é apenas informativa, não dispensando o conselho do seu médico ou técnico de saúde.
Para qualquer esclarecimento adicional contacte tel.: 21 854 31 21 ou e-mail: [email protected]