Encomendas processadas no nosso armazém em menos de 24 horas.
Enviamos amostras ou ofertas com todas as encomendas.
Após saírem do nosso armazém serão entregues no prazo normal de 1 a 2 dias úteis em Portugal continental.

MENU
Toggle Nav

Obstrução nasal

O nariz é o órgão do olfato e o canal mais importante pelo qual entra e sai o ar dos pulmões. O nariz também acrescenta a ressonância à voz, e tanto os seios perinasais como os canais lacrimais vertem (drenam) nele o seu conteúdo.

Um dos problemas mais comuns que afetam o nariz e pode estar associado a diversas causas:

  • Rinite alérgica (alergia ao pó, ao pelo de animais, etc.);
  • Sinusites;
  • Infeções virais como gripes e constipações;
  • Alterações morfológicas, como o desvio do septo nasal ou pólipos nasais.

O chamado “nariz entupido” dificulta a respiração, havendo maior tendência para respirar pela boca, o que causa secura da mucosa oral e maior propensão para tosse e dores de garganta.



Prevenção

Em alguns casos pode ser necessário recorrer ao uso de medicamentos para ajudar a descongestionar o nariz. No entanto, existem algumas medidas simples que podem ajudar:

  • Assoar-se regularmente mas sem esforço excessivo;
  • Inalar vapores de água para fluidificar as secreções;
  • Aplicar uma solução salina, como soro fisiológico ou água do mar;
  • Ingerir muitos líquidos (água, chá, sopas, etc.);
  • Dormir com a cabeceira da cama ligeiramente levantada.


Tratamento

Existem alguns componentes naturais com efeitos comprovados no alívio e prevenção dos sintomas de obstrução nasal, nomeadamente:

  • Água do mar: possui uma riqueza importante em sais minerais e oligoelementos necessários para o nosso organismo. Além de limpar as fossas nasais e eliminar restos de poeiras e pólen, a água do mar hipertónica favorece a eliminação das mucosidades.
  • Groselha: pelas suas propriedades lenitivas e graças à sua capacidade de estimular a produção de cortisol, é comummente conhecida como “cortisona natural”. Além disso, reduz o stress oxidativo através de um efeito captador sobre os radicais livres originados pela inflamação.
  • Aloe vera: contém polissacáridos que formam uma capa sobre a mucosa, com ação protetora face a agentes irritantes e microrganismos. As suas propriedades regeneradoras fazem com que seja especialmente útil para acelerar a recuperação de microlesões, graças à sua capacidade de aumentar a atividade e a renovação do colagénio no tecido epitelial, através da estimulação de fibroblastos.
  • Pinheiro-da-montanha: fluidifica o catarro e facilita a sua eliminação. Por esse motivo, está recomendado como coadjuvante em caso de constipações, sinusite, gripe, tosse, laringite, bronquite aguda e crónica, estados gripais e para o tratamento de asma.
  • Melaleuca: a ação do óleo essencial de melaleuca é principalmente anti-infeciosa contra bactérias, vírus e fungos. O óleo de melaleuca contribui para a redução da proliferação de células inflamatórias e a capacidade destas produzirem citocinas pró-inflamatórias.
  • Limão: ativa e reforça as defesas do organismo, estimula a produção de glóbulos brancos e vermelhos. Esta propriedade é muito útil para o tratamento de doenças infeciosas e, em especial, para as doenças causadas por vírus (gripes e constipações).

Esta ficha é apenas informativa, não dispensando o conselho do seu médico ou técnico de saúde.
Para qualquer esclarecimento adicional contacte tel.: 21 854 31 21 ou e-mail: [email protected]