MENU
Toggle Nav

A soja e inflamação

Um composto que habitualmente é considerado um desperdício no processamento da soja pode ajudar a reduzir a inflamação e a prevenir doenças crónicas como por exemplo diabetes e doenças cardiovasculares.

Foi encontrada na soja uma proteína denominada de lunasina, que reduz significativamente os níveis de interleucinas-6, compostos pré-inflamatórios, de acordo com os resultados obtidos pela Universidade de Illinois.

Se for possível repetir este estudo em seres humanos, poderemos ter uma promissora prevenção de inflamações crónicas. As inflamações crónicas têm sido associadas a um tipo de situações ligadas a doenças cardiovasculares, osteoporose, Alzheimer e doenças cognitivas, diabetes tipo 2 e artrite.

Um estudo publicado este ano no Journal of Agricultural and Food Chemistry suporta a biodisponibilidade da lunasina.

Ao verificarem o efeito do consumo de 50g de proteína de soja presentes numa bebida de soja e chili de soja diariamente durante 5 dias, concluíram que a soja rica em lunasina poderá ter benefícios a nível de saúde, ajudando a reduzir a inflamação crónica, estando esta muitas vezes associada a um risco aumentado de doenças malignas, um factor crítico para a progressão de tumores.

A literatura indica que a Lunasina possui uma sequência específica de aminoácidos, arginina, glicina e ácido aspártico, conhecidos pelo seu papel protector em relação ao cancro.

A produção de suplemento à base desta substância está a ser analisado, contudo neste momento, obter a lunasina através dos desperdícios da soja parece ser extremamente dispendioso. A farinha de soja parece ser rica nesta proteína…


Fonte:

1. Journal of Agricultural and Food Chemistry
Volume 57, Issue 4, Pages 1260-1266
“Presence of Lunasin in Plasma of Men after Soy Protein Consumption”
V.P. Dia, S. Torres, B.O. De Lumen, J.W. Erdman, Jr., E.G. De Mejia

2. Food Chemistry
Volume 114, Issue 1, Pages 108-115
“Isolation, purification and characterisation of lunasin from defatted soybean flour and in vitro evaluation of its anti-inflammatory activity”
V.P. Dia, W. Wang, V.L. Oh, B.O.de Lumen, E. Gonzalez de Mejia

3. Molecular Nutrition & Food Research
Published online ahead of print, doi: 10.1002/mnfr.200900073
“Lunasin, with an arginine-glycine-aspartic acid motif, causes apoptosis to L1210 leukemia cells by activation of caspase-3”
E.G. de Mejia, W. Wang, V.P. Dia