Encomendas processadas no nosso armazém em menos de 24 horas (úteis), salvo rutura de stock.
Após saírem do nosso armazém serão entregues no prazo normal de 1 a 2 dias úteis em Portugal continental.
Amostras ou ofertas em todas as encomendas.

MENU
Toggle Nav

Benefícios do Chá Verde e Algumas Dicas

Nutrição

A seguir à água, o chá é a bebida mais consumida mundialmente. Embora o chá preto seja o mais escolhido (78%), cerca de 20% prefere a variedade verde. No Japão, por exemplo, esta última é uma bebida tradicional e a sua preparação obedece a vários rituais. Com exceção das infusões de plantas, o chá é fabricado a partir das folhas secas da Camellia sinensis. O nível de oxidação das folhas vai determinar o seu tipo: preto, branco, verde ou outro. O chá verde é obtido das folhas não oxidadas e é um dos menos processados, contendo, por isso, uma grande quantidade de antioxidantes.

Sabia Que?

O chá verde é uma bebida tradicional do Japão e a sua preparação obedece a vários rituais. No entanto, no que diz respeito ao consumo mundial, o chá preto é a variedade mais escolhida (78%).

Zero Calorias

O chá verde não adoçado constitui uma bebida desprovida de calorias. Contém vitaminas B, C e K, ácido fólico, potássio e magnésio. O teor de cafeína de uma chávena pode variar de-pendendo do tempo de infusão e da quantidade de chá infundida. No entanto, tem menos cafeína (aproximadamente 20-40 mg por chávena de 250 ml) do que o chá preto. O chá verde ajuda a manter um estado de alerta mental, mas como contém naturalmente o aminoácido L-teanina, tem propriedades relaxantes. Esta substância surge em suplementos alimentares para promover o relaxamento e melhorar a qualidade do sono.

Catequinas no Chá

O chá verde é tido como uma das bebidas mais saudáveis do mundo, pois contém mais antioxidantes do que qualquer outro chá: cerca de 20-45% de polifenóis por peso, dos quais 60-80% são catequinas, sendo a mais abundante a epigalocatequi-na-3-galato (EGCG). As catequinas podem encontrar-se também em outros alimentos vegetais, como nas maçãs, nas bagas ou no cacau, mas em concentração muito inferior à contida nas folhas de chá. São estes químicos naturais os responsáveis pelas suas propriedades benéficas antioxidantes, que ajudam a prevenir danos celulares e o stresse oxidativo, e que têm atraído a atenção da comunidade científica.

Contam-se também outros com-ponentes, ainda que em menores quantidades do que as catequinas, como a quercetina e outros polife-nóis, mas também alcaloides, caso da cafeína e da teobromina, que complementam as propriedades benéficas desta planta.

Uso Tradicional e Estudos Recentes

A Oriente, o chá verde é usado tradicionalmente nas medicinas chinesa e indiana para promover a cicatrização, ajudar na digestão, melhorar a saúde mental e do coração e até para regular a temperatura corporal.
Recentemente, demonstrou-se que o consumo regular de chá verde pode ter efeitos positivos na saúde. É, no entanto, importante salientar que serão necessários mais estudos antes de se considerar como definitivos estes benefícios. Estas são algumas áreas nas quais mais estudos se têm realizado com o chá verde:

- Prevenção do Cancro
- Redução do Risco de Doenças Cardiovasculares
- Diminuição de Risco de AVC
- Diminuição do Colesterol
- Diabetes Tipo 2
- Perda de Peso
- Doenças Inflamatórias da Pele
- Memória e Função Cognitiva
- Alzheimer

Algumas Dicas de Preparação:

- O sabor do chá é influenciado pela qualidade da água. Prefira água mineral ou filtrada.

- Use um utensílio próprio para colocar as folhas de chá no bule, evitando tocar-lhes com a mão.

- Aqueça previamente o bule ou a chávena com água quente para evitar que o chá arrefeça rapidamente.

- Deixe a água ferver, arrefeça-a ligeiramente e só depois coloque as folhas de chá. Consulte o tempo de infusão indicado nas embalagens.

- Utilize de preferência um bule de porcelana. Para o lavar, não use detergente nem esponja, passe-o apenas por água fria e deixe-o secar ao natural.

- Coloque uma colher de chá por chávena e mais uma para o bule. No caso das saquetas, deverá usar uma por pessoa. Ou pode estabelecer a sua medida, caso goste dele mais fraco ou forte.

- Mantenha o chá numa embalagem hermética, num local fresco, seco, protegido da luz e odores. Compre em pequenas quantidades para ser consumido o mais fresco possível.

Tipos de Chá Verde

O chá verde sofre um processamento muito curto e, em alguns casos, as temperaturas elevadas podem diminuir as suas propriedades. No Japão, são usados métodos mais sensíveis, como o vapor de água, permitindo a obtenção de uma bebida de elevada qualidade com todo o seu potencial nutricional.

Sencha

É uma das mais conhecidas variedades de chá verde. É obtida de acordo com os métodos de processamento mais comuns, em que as folhas são submetidas ao vapor de água, enroladas, arrefecidas e embaladas de imediato.

Matcha

Trata-se de chá verde reduzido a pó finamente moído, com um característico e vibrante tom verde. É um dos chás verdes japoneses mais reputados, cuja preparação está envolta em todo um cerimonial.  É ainda amplamente usado na culinária tradicional japonesa.

Genmaicha

“Genmaicha” deriva das palavras japonesas para “arroz integral”. Este arroz é demolhado, cozido ao vapor, em seguida tostado, tufado e, por fim, misturado com Sencha ou outro chá verde, num rácio de aproximadamente 50:50. É possível apreciar a combinação de sabores do arroz tostado e da frescura do Sencha. Como é adicionado arroz integral (diminuindo a quantidade de Sencha), apresenta um baixo teor de cafeína, sendo, por isso, um chá adequado para crianças e pessoas com mais idade.

Hojicha

O chá Hojicha é obtido ao tostar Sencha ou outro tipo de chá verde, conferindo-lhe um aroma distinto. As folhas de chá são tostadas a uma temperatura elevada e arrefecidas imediatamente. Ao ser tostada, a cafeína é sublimada e o chá Hojicha torna-se menos amargo. Por esta razão, é um chá apreciado por toda a família.

Consumo Seguro

Por conter cafeína, desaconselha-se o seu consumo excessivo em caso de insónias ou excitabilidade, sobretudo à noite. assim, também não é aconselhado durante a gravidez. devem evitar-se quantidades elevadas de extratos em pessoas com problemas hepáticos. O consumo regular de chá verde por dia – entre três a cinco chávenas (de 250 ml) –, a uma temperatura moderada, constitui um hábito salutar, pois ajuda a promover a saúde em geral e é essencial para a manutenção de uma boa hidratação corporal.