Especial Black Week! Maior Promoção do Ano
15% Desconto com o Código BLACKWEEK15
Exclusivo Loja Online
MENU
Toggle Nav

Beterraba: Tudo o Que Precisa de Saber

Planta

A beterraba possui inúmeras propriedades importantes para a saúde humana, além de ser uma importante fonte de antioxidantes. Na Idade Média, era utilizada para tratar inúmeras doenças, em especial as relacionadas com a digestão e o sangue, mas os Romanos já a utilizavam em tratamentos de febres e prisão de ventre. Contém betaína e muitos outros nutrientes, nomeadamente ácido fólico, carotenóides, vitamina B6, fibras, manganês, potássio, vitamina C e ferro. Esta riqueza faz com que seja há muito utilizada como planta/alimento medicinal.

Em nutrição, é cada vez mais utilizada a designação de superalimento e um vegetal que é certamente merecedor deste título é a beterraba, podendo ser consumida nas mais diversas formas: crua (em sumo ou em saladas), cozida, em pickles, em conservas ou até em doces.

A planta

De nome científico Beta vulgaris, pertence à família das quenopodiáceas. A beterraba é conhecida pela sua cor, sendo um alimento altamente nutritivo e com inúmeros benefícios.

A cor vermelha intensa deste vegetal é-lhe atribuída pela betacianina, sendo este pigmento muito utilizado como corante pela indústria alimentar.

Existem, contudo, variedades de beterraba com outras tonalidades e características. Consoante as mesmas, podem constituir matéria-prima para a produção de açúcar (beterraba sacarina), alimentação animal e até biocombustível. A mais conhecida cor avermelhada da beterraba deve-se a pigmentos da classe das betalaínas, que por sua vez abrange dois pigmentos, as betacianinas (vermelhos) e as betaxantinas (amarelos).


Uma ação benéfica

Um dos benefícios mais reconhecidos na beterraba é o seu teor de ferro, sendo por isso vantajosa no caso de anemias ferropénicas. No entanto, a ciência atual tem-lhe evidenciado outras propriedades, nomeadamente a importância dos seus teores de ácido fólico e de ferro para a manutenção e reforço de células sanguíneas saudáveis.

Estudos recentes mostraram também que os seus pigmentos, com potentes propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias pelo facto de conterem nitratos, têm um efeito benéfico no sistema cardiovascular, aumentando o fluxo sanguíneo. Ou seja, por consequência melhora a circulação e reduz a pressão sanguínea. Os seus teores de ferro, vitamina C e potássio também mostraram ser importantes na normalização da tensão arterial.

A betaína, um aminoácido com propriedades protetoras do fígado e capaz de reduzir os níveis de colesterol no sangue, mostrou reduzir a concentração sanguínea de homocisteína, o que reforça ainda mais a ação benéfica da beterraba na saúde cardiovascular.