Encomendas processadas no nosso armazém em menos de 24 horas (úteis), salvo rotura de stock.
Após saírem do nosso armazém, serão entreges no prazo normal de 1 a 2 dias úteis em Portugal Continental.
Amostras ou ofertas em todas as encomendas
MENU
Toggle Nav

O Mundo das Especiarias e dos Condimentos

Nutrição

Se pensarmos que, no início da sua descoberta, eram usadas como moeda de troca entre os povos, mas, também, como presente, rapidamente percebemos o valor das especiarias. Desde cedo que estes ingredientes eram valiosos, quer pelas suas propriedades, quer pela dificuldade no seu acesso, através das rotas de comércio, maioritariamente feitas por via marítima. Felizmente, hoje, estão mais acessíveis a todos.

Canela

Tem vindo a ser particularmente procurada por quem pretende melhorar a sensibilidade à insulina e reduzir os níveis de açúcar no sangue. No entanto, os estudos apontam para que os benefícios sejam bastante mais amplos, nomeadamente no que diz respeito às suas propriedades antioxidantes, antifúngicas, antibacterianas e cardioprotetoras.

Pimenta-caiena

Como a maioria das pimentas, a pimenta-caiena tem efeito ruborizante, isto é, produz vermelhidão da pele e aumento da temperatura, em especial das extremidades, como consequência do aumento do fluxo sanguíneo. Assim, pode ser uma sugestão para quem tem problemas de má circulação. No entanto, por ser picante, deve ser consumida com precaução redobrada por quem tem problemas gástricos.

Curcuma

Amplamente estudada nos últimos anos, a curcuma, rica em curcuminóides, tem revelado efeitos anti-inflamatórios interessantes. Em particular, ao nível das articulações, a curcuma parece provocar um alívio dos estados inflamatórios. Além disso, e inicialmente na medicina Ayurvédica, a curcuma era utilizada como auxiliar da função hepática, estando também associada a problemas de estômago.

Gengibre

O seu sabor forte e característico acaba, por si só, por tornar este ingrediente muito apetecível. Ainda assim, parece ter algumas características interessantes provenientes dos seus óleos. A nível digestivo, o gengibre pode auxiliar as suas digestões e acalmar enjoos, sejam eles provocados pelo movimento (viagens, por exemplo) ou por eventuais desconfortos decorrentes da gravidez. Também o seu potencial anti-inflamatório e antissético pode ser útil em casos de gripes e constipações. Experimente em infusão.

Cravinho

Apesar do seu sabor muito característico, que não é apreciado por todos, o cravinho parece ter algum interesse no que diz respeito à higiene oral. Alguns estudos indicam que o cravinho pode ter efeitos benéficos no alívio da dor de dentes e na recuperação de inflamações das gengivas e mucosa oral. Além dos efeitos ao nível da boca, também no intestino parece ter efeitos interessantes no que à flatulência diz respeito. Pelo seu poder antiviral e antibacteriano, pode também ser utilizado para combater estados gripais.

Noz-moscada

Com um sabor característico a frutos secos e levemente amadeirado, a noz-moscada tem vindo a mostrar algumas evidências do seu poder antioxidante e antimicrobiano e da sua capacidade de proteger o fígado. Alguns estudos apontam ainda para a possibilidade desta especiaria ter algum poder afrodisíaco. Apesar de, aparentemente, ser inofensiva, a noz-moscada pode ser tóxica quando consumida em quantidade excessiva.